Após anúncio de sua aposentadoria, Calvin Johnson, ex-wide receiver do Detroit Lions, deu uma declaração explicando as razões que o levaram a essa decisão. Apesar de não ser um jogador que falava muito, Johnson (30 anos) justificou sua decisão após apenas 9 anos na NFL, em entrevista a Michael Smith, jornalista da ESPN, no E:60.

Melhores momentos da carreira de Calvin Johnson, o Megatron.

Entre as razões comentadas estão sua saúde no momento e no futuro, preocupação com concussões e fadiga mental. O jogador ainda falou que se os Lions disputassem títulos ou tivessem conquistado algum, poderia ter adiado sua aposentadoria (lembrando que durante esse período, os Lions tem campanha de 54-90):

“Se tivéssemos conquistado algo, seria muito difícil deixar de jogar. Eu não sei (a respeito de ter mais derrotas que vitórias), mas o que eu posso te dizer, é que seria uma grande incerteza, porque… digamos que estivéssemos vencendo, você vence um Super Bowl, nunca se sabe como você se sentirá. Eu perco meu tempo se tentar pensar o que poderia acontecer ou que seria.”

Embed from Getty Images

Calvin Johnson em jogo do Detroit Lions.

Apesar de os Lions terem jogado apenas duas vezes em playoffs (duas derrotas), Megatron reforçou que o principal fator para sua aposentadoria, foram as lesões e sua saúde. Mais ainda, acabou com as especulações de que poderia voltar daqui um ano e jogador por um campeão:

“Meu trabalho é pegar a bola. Quando se pega a bola, meio que machuca. Este é um outro fator.”

“Existem mutas coisas que eu poderia fazer, mas futebol não é nenhuma delas.”

Em toda sua carreira, Megatron fez 164 jogos com 731 recepções para 11.619 jardas (média de 15,9 jardas por recepção) e 83 touchdowns.

 

 

 

Anúncios