O treinador da seleção brasileira de vôlei masculino, Bernardinho, transformou a seleção em uma potência do esporte. Além de ter conquistado todos os títulos possíveis, fez o Brasil se tornar um dos maiores vencedores pelo número de conquistas. A mais recente, a medalha de ouro nos jogos olímpicos Rio 2016, com um recorde de ser o único país a alcançar quatro finais olímpicas seguidas na modalidade.

Além de sua capacidade e dedicação como treinador, Bernardinho disse, em texto para o site do jornal O Globo, em janeiro deste ano, ser fã da NFL e de outros esportes americanos. No texto, ele exalta o uso das estatísticas para avaliação de desempenho de jogadores, a diversidade de jogadores espalhados nos times de ataque, defesa e especialistas, além de falar de livros e de seu treinador favorito: Bill Belichick, treinador e quatro vezes campeão do Super Bowl com o New England Patriots.

Embed from Getty Images

Bernardinho, treinador da seleção masculina de vôlei e campeão na Rio 2016.

Veja algumas declarações de Bernardinho sobre a NFL:

“Me interessei pelo futebol americano há muito tempo. Gosto de todos os esportes, mas ele tem uma multiplicidade de variantes. seus vários componentes, como os especialistas em defesa com funções bem específicas, outros em ataque e treinadores focados em apenas uma fração do jogo, fazem que eles sejam muito eficientes: há times que entram em campo só para determinadas jogadas, como retornar a bola.

É fantástico o que se estuda, a quantidade de informações que existe, o envolvimento e a capacidade dos jogadores de entenderem aquilo. Cada jogador que chega num time ganha um livro de jogadas, mas hoje em dia se usa um tablet. É para que ele entenda suas rotas e suas funções de marcação. Pode parecer que são muitos jogadores, alguns sem função, mas todos têm funções muito claras e específicas dentro das jogadas.”

Sobre Belichick:

“Os jogos de hoje reúnem grandes treinadores, mas, em especial, um que sou grande admirador: o Bill Belichick, do New England Patriots. É um dos gurus e sábios do futebol americano, não só pelas conquistas, mas pela forma como as conquistou. Tenho alguns livros sobre o New England, um The Education of a Coach (Educação de um treinador), em que conta como se tornou treinador, qual foi sua escola, com muito estudo e ciência. É fantástico e inspirador.”

Embed from Getty Images

Bill Belichick, head coach do New Englan Patriots.

Sobre os livros:

“São muitos os livros sobre o assunto. Alguns sobre temporadas vitoriosas, mas também os que falam da construção de projetos de times de alto rendimento. O nível de competitividade é enorme. A questão física é preponderante, mas tem toda uma ciência por trás. Você tem estudo em níveis excepcionais. É parte da cultura americana também no beisebol ou basquete. Você tem estatísticas e pessoas preparadas para dissecar adversários e soluções. Para um treinador, a NFL é extremamente atraente e sedutora.”

 

Anúncios