No Monday Night Football da semana 06, o Arizona Cardinals atropelou o New York Jets por 28 a 03. O time da casa foi muito superior e liderou todas as estatísticas do jogo. Por causa disso, os Cardinals tiveram uma vitória tranquila sobre os Jets.

Estatísticas

A diferença entre os dois times foi muito grande, tanto que os Cardinals conseguiram 396 jardas com 21 first downs, enquanto os Jets, apesar de 230 jardas, só conseguiram 11 first downs. Além disso, o tempo de posse de bola foi outro fator determinante para a vitória do time de Arizona, que teve 36m02s, quase 12m a mais que New York, que teve 23m58s de posse.

Individualmente, Carson Palmer retornou bem aos Cardinals, após perder jogo da semana passada por concussão. No total, Palmer conseguiu 213 jardas e 1 touchdown. Além do quarterback, David Johnson correu 11 jardas e Josh Brown recebeu 54 jardas. Larry Fitzgerald ainda chegou a 185 partidas seguidas com pelo menos 1 recepção. Agora, o wide receiver empatou com Terrell Owens com a quinta mais sequência na história da NFL.

Pelos Jets, Ryan Fitzpatrick continua sem as grandes atuações da temporada passada. Conseguiu apenas 174 jardas e ainda lançou uma interceptação. O jogo terrestre não teve nenhum destaque individual, já que o jogo aéreo foi a maior insistência do time. Tanto que Brandon Marshall e Charone Peake conseguiram juntos 113 jardas.

Tudo pelo Futebol Americano - 2016-10-17 - NFL - Semana 06 - Monday Night Football - Estatísticas Cardinals 28 x Jets 03

Jogo

Já de cara, Fitzgerald conseguiu alcançar a marca de 185 jogos com pelo menos uma recepção durante a primeira campanha dos Cardinals. E ainda abriram o placar com um touchdown de 58 jardas de Johnson, durante a primeira jogada de sua segunda posse, correndo pela esquerda até alcançar a end zone. Belo touchdown do running back, que quebrou dois tackles, atravessando toda a defesa dos Jets (7-0).

Em campanha iniciada ainda no primeiro quarto, os Jets conseguiram avançar até a linha de 21 jardas do campo de ataque, quando conseguiram um field goal de 39 jardas com Folk (7-3). Porém, ao receber a posse de bola após o field goal, os Cardinals conseguiram seu segundo touchdown, novamente com Johnson (14-3). Nessa campanha, Arizona fez 11 jogadas em 5m23s, saindo do próprio campo, na linha de 25 jardas.

David Johnson (RB) entrando com facilidade na end zone, para anotar seu segundo touchdown no jogo.

Ainda no segundo quarto, os Jets ainda tiveram uma chance para pontuar dentro do 2-min warning. Porém, o time cometeu uma falta de “false start” na linha de 39 jardas, recuando para uma 2a para 15 na linha de 44. Fitzpatrick tentou dois passes sem sucesso e New York devolveu a bola para Palmer ajoelhar. Fim da primeira etapa!

Os Jets tiveram nova chance, ao iniciar o segundo tempo com a posse de bola. Mas os Cardinals não deixaram. Além de conseguir forçar um three and out, Arizona conseguiu seu terceiro touchdown, em campanha longa de 14 jogadas (21-3). Pela terceira vez, Johnson correu para end zone. Agora, em uma corrida de 2 jardas.

Veio o último quarto e os Cardinals conseguiram seu quarto touchdown no jogo (28-3), em posse conseguida após turnover dos Jets, uma interceptação de Fitzpatrick, feira por D.J. Swearinger (DB). Mais uma vez, uma campanha longa, também com 14 jogadas. Após atravessar o campo, Palmer encontrou Michael Floyd (WR) na end zone, em passe de 9 jardas.

Momento em que o wide receiver do Arizona Cardinals, Michael Floyd, recebia passe de Carson Palmer para o touchdown.

Tudo dava errado para os Jets! Mesmo com a entrada de Geno Smith, quarterback reserva, o time não consegui pontuar. Apesar de bom avanço na campanha final do time, Smith acabou sendo interceptado por Tyrann Mathieu (FS), o texugo do mel. Restou aos Cardinals queimarem o relógio com Drew Stanton, quarterback reserva. Palmer sentiu lesão muscular na perna e abandonou o jogo.


Com a vitória, os Cardinals alcançam sua terceira vitória em seis jogos e segue vivo na briga pela NFC West, que tem o Seattle Seahawks como líder e com campanha 4-4. Enquanto isso, os Jets chegaram à sua quinta derrota, quarta seguida. Essa derrota (praticamente) tira as chances de New York na AFC East, já que a última vez que o time alcançou os playoffs, teve campanha 11-5, classificando-se como Wild Card.

 

Anúncios