O Sunday Night Football da semana 12 da NFL foi marcado pelas boas atuações das defesas. Porém, o segundo tempo teve um grande desempenho dos quarterbacks dos dois times com o jogo decidido na prorrogação.

Cada time teve duas chances para vencer o jogo na prorrogação, mas quem se deu melhor foram os Chiefs. O brasileiro Cairo Santos foi o principal responsável pela vitória por 30 a 27, anotando o field goal da vitória com apenas 5s para o fim da prorrogação.

Estatísticas

O jogo teve as defesas como maiores destaques no jogo. Tanto que Von Miller (LB #58) e Justin Houston (OLB #50) foram destaques de seus times com 3 sacks cada. Houston ainda forçou um fumble em Siemian, que resultou em um safety a favor dos Chiefs.

No segundo tempo e na prorrogação, Trevor Siemian começou a se destacar, lançando três touchdowns. Alex Smith não teve os mesmos números, mas liderou uma ótima campanha com passe para touchdown de empate, que levou o jogo para prorrogação.

Os Broncos dominaram a partida em jardas: 464 (124 terrestres e 340 em passe) contra 273 (83 terrestres e a90 em passe). Porém, o número de first downs e tempo de posse de bola foram muito equilibrados, com pequena vantagem dos Chiefs: 21 contra 23 e 37m19s contra 37m39s.

Tudo pelo Futebol Americano - 27/11/2016 - NFL - Semana 12 - Sunday Night Football - Estatísticas - Broncos 27 x Chiefs 30

Jogo

Depois de um primeiro quarto com várias trocas de posse de bola e poucos first downs conquistados por Broncos e Chiefs, um jogador começou a fazer a diferença! Justin Houston, um jogador de defesa, foi o nome dos Chiefs no primeiro quarto.

Além de se tornar o primeiro jogador com múltiplos sacks em três jogos seguidos entre as franquias, o terceiro sack de Houston em Siemian foi dentro da end zone, resultando em um fumble de  Siemian, recuperado por Russell Okung (OT #73) dos Broncos. Safety para os Chiefs (0-2).

Durante o kickoff dos Broncos (após o safety, o time com a posse de bola precisa devolver a bola para o adversário) um touchdown de 86 jardas de retorno. Hill conseguiu correr pelo meio da defesa dos Broncos até a end zone. Chiefs abrem 9 a 0 no Mile High.

Tyreek Hill (WR #10) retornando um kickoff para um touchdown de 86 jardas.

Enfim, uma campanha com pontuação dos Broncos. Depois de 10 jogadas em 4m17s, Siemian conseguiu avanço de 60 jardas, com jogadas terrestres e poucos passes curtos. Depois de chegar na linha de 20 jardas, ainda houve um avanço de 5 jardas. Insuficiente para mais um first down. A campanha terminou com um field goal de 33 jardas de McManus (3-9).

Apesar de o terceiro quarto começar com a posse dos Chiefs, Denver conseguiu forçar um three and out. Ao receber a bola, os Broncos conseguiram passar à frente no placar, graças a uma excelente campanha, que teve 12 jogadas em 5m20s. Campanha que estava condenada em 4a para 1, conquistada num sneak de Siemian.

Logo depois, o quarterback se destacou de novo. Depois de fugir da pressão, inclusive de Houston, Siemian correu para a esquerda, voltou para direita e conseguiu achar Jordan Taylor (WR #87) na end zone, para um touchdown de 6 jardas (10-9).

Embed from Getty Images

Jordan Taylor (WR #87) recebendo passe na end zone, após Travor Siemian (QB #13) correr de um lado para outro do campo.

Em resposta, a primeiro pontuação do time de ataque dos Chiefs. Depois de boa campanha com avanços em passes de Smith para Kelce e Ware, além de bom avanço terrestre do running back. Apesar do bom avanço até a linha de 21 jardas, Kansas não conseguiu avançar. Cairo Santos (k #5) até acertou o field goal, mas houve uma falta dos Broncos, que renovou as tentativas do ataque. Mais três jogadas e Hill conseguiu correr pela direita, quebrando um tackle de Von Miller para o touchdown de 3 jardas (10-16).

No último quarto, os Broncos tiveram uma excelente campanha que teve Sanders como principal destaque. Primeiro, Siemian acertou um bom passe para o wide receiver, que avançou 65 jardas. Porém, por causa do contato do head coach, Gary Kubiak, com um dos árbitros na sideline, falta de 15 jardas por conduta anti-desportiva. Resultado, bola na linha 38 jardas. Duas jogadas depois, Sanders apareceu de novo, em outro passe de Siemian, que resultou em touchdown de 35 jardas (17-16).

Emmanuel Sanders (WR #10) recebendo um passe para touchdown de 35 jardas.

Após recuperar a bola, os Broncos conseguiram mais um touchdown. Siemian apareceu muito bem na campanha, com passes cruciais. Primeiro, dentro de sua própria end zone, para sair do sufoco. Depois conseguiu conquistar 14 jardas correndo com a bola. E ainda finalizou a campanha com um excelente passe para um touchdown de 76 jardas de Fowler (24-16). Campanha curta, de apenas 6 jogadas em 2m37s.

Os Chiefs ainda tinham mais uma chance, mesmo sem pedidos de tempo disponíveis e com 3m no relógio. Excelente campanha liderada por Smith, que conseguiu avanços com passes curtos. Com 35s, uma primeira descida na linha 14 jardas no campo de ataque. Com 19s e em 4a para 10, Smith conseguiu renovar as tentativas, ao acertar um passe de 11 jardas para Hill.

Na jogada seguinte, Smith acertou outro passe para Hill, na linha de uma jarda para o touchdown. Porém, a arbitragem não validou. Com o relógio chegando a 1s, os árbitros decidiram revisar a jogada. Após a revisão, veio a confirmação do touchdown dos Chiefs! Incrível, que jogo!! Apesar de Hill sofrer um contato na linha de 1 jarda, ele só teve posse após estar no chão. Portanto, valeu a pontuação (24-22).

Touchdown de empate de Tyreek Hill (WR #10), que levou o jogo para prorrogação.

O jogo ainda estava na mão dos Broncos. Mais um momento crítico para os Chiefs, que precisariam converter a tentativa de 2 pontos. Depois da excelente campanha com esse touchdown no fim do jogo, Smith apareceu bem novamente. O quarterback achou Demetrius Harris (TE #84) na end zone para empatar o jogo (24-24). Fim do último período e o jogo foi para prorrogação.

Prorrogação (Overtime)

A primeira campanha foi dos Broncos. Mesmo com campanha longa (11 jogadas em 6m09s), e com avanço até a linha de 20 jardas, graças a uma interferência em Demaryius Thomas (WR #88), Denver saiu de campo com um field goal de McManus de 44 jardas (27-24).

Mais uma chance para Kansas vencer o jogo. Outra campanha longa, com 10 jogadas em 4m32s. Da mesma forma que os Broncos, os Chiefs chegaram à red zone, mas saíram com um field goal. Belo chute de 44 jardas de Cairo Santos (27-27). A partir desse momento, quem marcasse primeiro ganharia o jogo.

Mais uma campanha sem sucesso dos Broncos. Mesmo em uma posição desfavorável, McManus tentou um field goal longo, de 62 jardas. Apesar de ter força, o kicker errou a direção do chute. O erro deu mais uma chance para os Chiefs. Mesmo com somente 1m09s, Kansas tinha uma excelente posição de campo (48 jardas do campo de ataque).

Quatro jogadas foram suficientes para posicionar a bola na linha de 16 jardas do campo de ataque. Com apenas 5s no relógio, Cairo Santos (o brasileiro havia acertado 3 de 4 field goals decisivos) chutou o field goal de 34 jardas com contornos dramáticos. A bola bateu no Y e entrou! Virada dos Chiefs (27-30).

Embed from Getty Images

O brasileiro Cairo Santos (K #5) acertando o field goal da vitória do Kansas City Chiefs.

Melhores Momentos


Com o resultado, os Chiefs se mantém em segundo na AFC West, ficando a uma vitória do Oakland Raiders. Além disso, mantém a primeira vaga de wild card da AFC. Enquanto isso, os Broncos seguem em terceiro na divisão. Porém, vêem o Miami Dolphins pegarem sua posição de segundo time para o wild card.

Na semana 13, ambos os times têm compromissos como visitantes. Enquanto o Denver viaja para enfrentar Jacksonville Jaguars, Kansas tem adversário mais difícil, o Atlanta Falcons.

Anúncios