O Sunday Night Football da semana 15 foi um grande jogo entre Dallas Cowboys e Tampa Bay Buccaneers. O jogo substituiu o confronto entre rivais de AFC North, Cincinnati Bengals e Pittsburgh Steelers, devido à boa fase dos dois times.

Cada time dominou um tempo do jogo, mas no final, os Cowboys conseguiram virar o jogo e venceram os Bucs por 26 a 20, acabando com a boa sequência de cinco vitórias.

Estatísticas

O primeiro tempo foi um massacre dos Cowboys, vencendo por 17 a 6. O segundo tempo foi dos Buccaneers, que chegaram a marcar dois touchdowns (17 pontos seguidos, considerando o field goal no fim do primeiro tempo) virando o jogo. Porém, Dallas conseguiu anular os ataques de Tampa Bay e recuperaram a liderança.

As estatísticas foram favoráveis a Dallas, que conseguiram 24 first downs contra 16 de Tampa, além de dominar as jardas conquistadas 449 (185 terrestres/264 em passe) contra 276 (52 terrestres/224 jardas em passe).Sem contar o domínio de posse de bola, 36m04s contra 23m56s.

Apesar de não ter feito um passe para touchdown, Dak Prescott fez um excelente jogo. O quarterback ainda anotou um touchdown terrestre, após entrar tranquilamente na end zone. Ezekiel Elliott também se destacou, correndo 159 jardas.

Enquanto isso, Jameis Winston fazia um bom jogo, com dois passes para touchdown e 247 jardas, mas as três interceptações pesaram no placar do jogo. Além disso, Cameron Brate se destacou com belas recepções no jogo.

2016-12-18-nfl-semana-15-thursday-night-football-sabado-estatisticas-cowboys-26-x-buccaneers-20

Jogo

A primeira campanha do jogo foi dos Cowboys. Porém, os calouros de Dallas não conseguiram produzir pontuação. Dan Bailey até teve uma chance de abrir o placar, mas a tentativa de field goal de 56 jardas teve direção, mas não teve força. Primeiro erro do kicker no jogo.

Os Buccaneers agradeceram a boa posição de campo e conseguiram sua primeira pontuação em field goal de 25 jardas de Aguayo (0-3). Durante a campanha de 9 jogadas em 3m52s, Martin conseguiu bons avanços correndo com a bola. Apesar desses bons avanços, o time parou na linha de 7 jardas.

Parece que os Cowboys precisavam de uma motivação para entrar no jogo. Tanto que na campanha seguinte, terminada no primeiro snap do segundo quarto, um field goal para empatar o jogo. Dessa vez, um avanço até a linha de 21, que terminou com um chute de Bailey de 27 jardas (3-3).

Após receber a bola, Winston cometeu o seu primeiro turnover no jogo na primeira jogada da nova campanha. Depois de sofrer um sack, Terrell McClain (DT #97) forçou um fumble no quarterback, recuperado por Maliek Collins (DT #96).

Os Cowboys aproveitaram e conseguiram o primeiro touchdown do jogo. Campanha rápida, 5 jogadas em 2m11s, que terminou com um touchdown de Elliott, que correu 2 jardas para end zone (10-3).

Embed from Getty Images

Ezekiel Elliott (RB #21) comemorando seu touchdown de 2 jardas, entrando em um balde do Exército de Salvação

Após forçar um three and out dos Bucs, mais um touchdown para Prescott. O quarterback liderou campanha de 10 jogadas em 5m13s, e terminou com o jogador entrando tranquilamente na end zone (17-3).

O segundo quarto ainda teve tempo para mais um field goal de Aguayo, diminuindo a vantagem dos Cowboys para 17-6. O kicker acertou um chute de 34 jardas, após 11 jogadas em 4m32s.

O segundo tempo começou com os Buccaneers dominando. Duas campanhas seguidas com touchdown, para virar o jogo. A primeira posse do quarto terminou com um excelente passe de Winston para Adam Humphries (WR #11) de 42 jardas. O touchdown deixou o placar em 17 a 13.

A dominância não apresentou só no ataque. Tanto que a defesa forçou um punt dos Cowboys, que resultou em mais uma posse de bola terminada em touchdown. Depois de 10 jogadas, Winston liderou ótima campanha, com passes de 19 jardas para Russell Shepard (WR #89), mais dois passes para Brate (17 e 22 jardas) e outro de 17 jardas para Evans. A campanha acabou com outro passe, dessa vez passe de 10 jardas para Brate na end zone (17-20).

Embed from Getty Images

Cameron Brate (TE #84) recebendo passe para touchdown de Jameis Winston (QB #3).

O último quarto foi decisivo para a vitória dos Cowboys, que conseguiram três field goals seguidos. O primeiro deles, um chute de 40 jardas, veio na campanha seguinte ao touchdown dos Bucs. O chute empatou o jogo (20-20).

Nova chance para Winston tentar recuperar a vantagem no jogo. Mas dessa vez, o quarterback sofreu sua segunda interceptação. Melhor para os Cowboys, que conseguiram uma campanha rápida para recuperar a liderança do jogo com mais um field goal (23-20). Dessa vez, Bailey acertou um chute de 38 jardas.

O terceiro field goal veio em campanha de 8 jogadas em 3m57s. Apesar de avançar até a linha de 15 jardas, em uma 4a para 1 jarda, Bailey entrou em campo para converter mais um chute, agora de 33 jardas (26-20).

Winston teve a chance para tentar vencer o jogo, dentro do 2-min warning. Porém, em campanha pouco produtiva, o quarterback tentou um passe em uma 4a para 12 na linha de 20 jardas, mas acabou sofrendo sua terceira interceptação no jogo. Vitória dos Cowboys!


O resultado deixa os Cowboys cada vez mais próximos de conquistar a NFC East. Para isso, basta vencer um de dois jogos restantes ou um tropeço do New York Giants.

Apesar da derrota, os Bucs seguem na briga pela NFC South, ficando uma vitória atrás do Atlanta Falcons. Porém, Tampa Bay pode ver o Washington Redskins superar sua campanha e ficar melhor posicionado para o wild card.

Na próxima semana, os Cowboys recebem o Detroit Lions no Monday Night Football, enquanto os Buccaneers têm jogo de divisão contra o New Orleans Saints, no Mercedez-Benz Superdome.

Anúncios