A noite de 24/12/2016, véspera de Natal, presenciou um Thursday Night Football especial com destaque para as defesas, que terminou com a vitória do Houston Texans sobre o Cincinnati Bengals por 12 a 10.

Os Bengals tiveram uma chance de ouro para vencer o jogo. Porém, Randy Bullock errou um field goal no fim do jogo, que daria a vitória para Cincinnati.

Estatísticas

Foi um jogo em que os ataques não produziram nada durante o primeiro tempo. Muito por causa das boas atuações da defesa. Enquanto Tom Savage (QB) sofreu 4 sacks (perda de 21 jardas), Andy Dalton sofreu 3 (perda de 24 jardas). A.J. Bouye (CB #21) e Karlos Dansby (OLB #56) lideraram suas defesas com tackles (9 para o primeiro e 5 para o segundo).

Prova disso foi o placar de 0 a 3 no fim do primeiro tempo. No fim do jogo, os Texans tiveram 17 first downs contra 15 dos Bengals, além de 31m06s de posse de bola contra 28m54s dos Bengals.

Apesar disso, os Bengals conquistaram mais território 294 jardas (50 em corridas e 244 em passe) contra 250 jardas (95 em corrida e 155 em passe) dos Texans.

2016-12-24-semana-16-estatisticas-texans-12-x-bengals-10

Jogo

O primeiro tempo do jogo foi bem chato. Muitas trocas de posse de bola, em campanhas curtas e muitos three and outs. Ao mesmo tempo que os dois períodos passaram bem rápido, a sensação era de eternidade.

O placar só saiu do zero na última campanha do primeiro tempo. Depois de forçar mais um punt dos Texans, Andy Dalton começou campanha com 4m58s no relógio, na linha de 8 jardas de seu próprio campo. Os Bengals avançaram com jogadas curtas, em ganhos de 5 e 6 jardas por snap. O maior avanço foi o grande passe para Tyler Boyd (WR #83). No fim (5s segundos no relógio),  Randy Bullock acertou um field goal de 43 jardas (0-3).

Diferente do primeiro tempo, o segundo tempo foi mais animado, resultando em mais pontuações de ambos os times.

Andy Dalton (QB #14) sofrendo sack durante o terceiro quarto.

Em sua primeira campanha, os Texans empataram o jogo em campanha muito longa, 5m55s. A campanha começou bem, com muitos avanços que acima de 10 jardas, com passes de Savage para Fiedorowicz (14 jardas), Will Fuller (WR #15 – 14 jardas) e novamente Fiedorowicz (12 jardas).

Mas no fim da campanha, Savage começou a errar passes e o jogo terrestre não foi suficiente para chegar à end zone. Após 11 jogadas, Novak entrou para chutar um field goal de 25 jardas (3-3).

Os Bengals começaram uma nova campanha, mas acabou devolvendo aos Texans. Segunda campanha (longa, 6m34s) de Houston, que terminou com um field goal no último quarto. Os maiores avanços foram provocados por faltas dos Bengals, que, no total, geraram 42 jardas de avanço. No fim, Novak entrou para mais um field goal curto, 22 jardas, para assumir a liderança do placar (6-3). Praticamente 3 campanhas no terceiro quarto.

Depois de ser interceptado por Quintin Demps (SS #27), por causa de um erro de Boyd, Dalton voltou ao campo para conseguir um touchdown em campanha relâmpago (e jogadas, 55s). Em uma terceira para 5, em sua linha de 14 jardas, Dalton acertou um passe curto para LaFell, que que cortou toda a defesa e correu para um touchdown de 86 jardas! Bela pontuação dos Bengals (6-10).

Brandon LaFell (WR #11) correndo para end zone, após receber passe curto de Andy Dalton (QB #14), em touchdown de 86 jardas.

A resposta dos Texans foi imediata. Também em campanha muito rápida (4 jogadas em 2m04s). O principal destaque foi Savage, que acertou passe de 19 jardas para Fuller, correu 11 jardas e acertou Hopkins em passe de 21 jardas. Na jogada seguinte, Blue correu pela esquerda, em jogada que o ataque fez a defesa fluir para direita, e o running back correu livre pela esquerda até a end zone. Apesar do touchdown, Novak errou o extra point (12-10), bloqueado por Margus Hunt (DE #99).

Assim como o fim do primeiro tempo, a última campanha foi dos Bengals. Além disso, avanço longo, que terminou em tentativa de field goal de 43 jardas com o relógio parado em 5s (parece replay), uma falta de sincronia de Bullock fez o kicker errar o chute e deixar a vitória no colo dos Texans.


Com o resultado, os Texans conquistaram a AFC South e se garantiram nos playoffs. Os Bengals só cumpriam tabela, mas quase complicaram a vida do adversário, que enfrenta o Tennessee Titans na próxima semana (uma derrota dos Texans faria esse jogo decisivo).

Os Bengals enfrentam o Baltimore Ravens, que segue em busca da classificação aos playoffs.

Anúncios