Assim como todos os jogos de Wild Card, Green Bay Packers e New York Giants não foi diferente. Apesar de os Giants liderarem o primeiro quarto e boa parte do segundo com dois field goals, os Packers viraram o jogo, vencendo por 38 a 13.

Aaron Rodgers voltou a fazer diferença, conseguindo virar o jogo com dois touchdowns em menos de 4 min para o fim do primeiro tempo.

Estatísticas

Mesmo dominando as estatísticas do primeiro tempo, os Giants não conseguiram fazer mais que dois field goals. Além de virar o jogo, os Packers também dominaram as estatísticas. No fim, vantagem em first downs (23 contra 15), jardas conquistadas (406 – 75 e corridas e 331 em passe – contra 365 – 70 em corridas e 295 em passe) e grande vantagem de posse de bola (34m31s contra 25m29s).

Aaron Rodgers foi o principal destaque do jogo, com 4 passes para touchdown (entre eles uma hail mary) e mais de 300 jardas em passe, sua 5º vez em playoffs. Números difíceis de serem alcançados na pós-temporada, já que a última vez que um quarterback teve 4 passes para touchdown foi Tom Brady no Super Bowl XLIX entre New England Patriots e Seattle Seahawks.

Além de Rodgers, Davante Adams e Randall Cobb se destacaram: 125 jardas e 1 touchdown para Adams, além de 116 jardas e 3 touchdowns (um deles a hail mary) para Cobb.

Pelos Giants, Odell Beckham Jr estreiou em playoffs e teve jogo abaixo do esperado, sendo superado por Tavarres King e Will Tye. Paul Perkins foi o líder em jardas terrestres.

Tudo pelo Futebol Americano - NFL - 08/10/2017 - NFL - Playoffs - Wild Card - Estatísticas - Packers 38 x Giants 13

Jogo

Os Giants começaram mandando no jogo. Logo no primeiro quarto, tiveram boa campanha, que chegou até a linha de 8 jardas do campo de ataque, mas acabou em field goal de 26 jardas de Gould (0-3).

Durante o segundo quarto, os Giants ampliaram com mais uma campanha de bom avanço. Diferente da campanha com a primeira pontuação, Manning só conseguiu levar o time até a linha de 22 jardas. Gould entrou para seu segundo field goal, em chute de 40 jardas (0-6).

Embed from Getty Images

Apesar de abrir 6 a 0, o New York Giants de Odell Beckham Jr (WR #13) teve muitos problemas ofensivos.

Com apenas 3m45s para o fim do primeiro tempo, Rodgers acordou e começou a produzir jogadas incríveis, que permitiram dois touchdowns em campanhas seguidas. Primeiro, em campanha relâmpago (3 jogadas em 1m25s), beneficiada por causa de um punt dos Giants que começaram na linha de 8 jardas.

Ao receber a bola no campo de ataque, Rodgers acertou um passe de 31 jardas para Adams na direita. E depois de uma corrida de Montgomery de 2 jardas, Rodgers teve muito tempo com a posse de bola, devido à sua movimentação, que quebrou tackles e mudou de direção, até achar Adams na end zone. Touchdown de 5 jardas (7-6), que mesmo com o excelente posicionamento da defesa, o quarterback dos Packers achou uma abertura para o passe.

O segundo touchdown veio em campanha iniciada com apenas 1m38s no relógio. Foram jogadas de no huddle, que terminaram com uma hail mary de 42 jardas para Cobb (14-6). Havia apenas 6s para o fim do primeiro tempo. Apesar do lindo passe, ele só foi possível graças a dois fatores: um drop na tentativa anterior de passe para Jared Cook (TE #89), que seria o fim do quarto, e um vacilo da defesa dos Giants, que deixaram a bola passar e cair de presente para Cobb.

Randall Cobb (WR #18) recebendo a hail mary de 42 jardas de Aaron Rodgers (QB #12).

Após uma falha de conversão de 4a para 1 no terceiro quarto, os Packers viram os Giants encostarem no placar com campanha de duas jogadas. A campanha começou na linha de 41 jardas do campo de ataque com uma tentativa de corrida de Perkins sem sucesso. Na sequência, Eli acertou um belo passe para King anotar um touchdown de 41 jardas (14-13).

A resposta dos Packers foi imediata. Mais uma campanha rápida, com 4 jogadas em 2m23s, que teve dois bons passes de Rodgers, um para Cook (13 jardas) e outro para Adams (20 jardas), antes de acertar um passe longo para Cobb, que quebrou tackles e correu para um touchdown de 30 jardas (21-13).

Tavarres King (WR #15) comemorando seu touchdown de 41 jardas.

Com o kickoff, Bobby Rainey (RB #43) cometeu um erro infantil ao sair com a bola na linha de 3 jardas. Esse erro acabou complicando a vida dos Giants, que devolveram a bola para os Packers. Por sorte, Green Bay só conseguiu um field goal, em chute de 32 jardas de Crosby (24-13).

O último quarto ainda teve tempo para mais dois touchdowns dos Packers. Primeiro em campanha longa (10 jogadas em 5m14s), onde Rodgers fez 7 passes, entre eles um passe para Montgomery conseguir 34 jardas, além do passe em profundidade (16 jardas) para Cobb anotar seu terceiro touchdown (31-13).

Embed from Getty Images

Randall Cobb (WR #18) recebendo seu terceiro touchdown no jogo.

O segundo touchdown veio após um fumble de Eli Manning, causado por um sack de Clay Matthews (OLB #52). Curioso é que a bola se movimentou 5 jardas para frente e nenhum jogador pegou a bola, por achar que era passe incompleto. Matthews correu atrás, deu um tackle em Perkins (que estava quase pegando a bola) e recuperou a posse para Green Bay.

Na sequência, os Packers aproveitaram para dar números finais ao jogo. Depois de 9 jogadas em 5m48s, Ripkowski correu para 1 jarda (38-13). Os Giants ainda tentaram no desespero, mas em tentativa de passe para um touchdown de Sterling Shepard (WR #87), Manning foi interceptado por Damarious Randall (CB #23). O cornerback ainda conseguiu um retorno de 78 jardas.

Rodgers ajoelhou para garantir a vitória dos Packers, que terão jogo duro contra o melhor time da NFL, o Dallas Cowboys. O outro jogo da NFC já estava definido desde a vitória dos Seahawks, que enfrentarão o Atlanta Falcons.

Melhores Momentos

Anúncios