Depois de um primeiro tempo bem fraco ofensivamente, Chicago Bears e Minnesota Vikings, rivais de NFC North, fizeram um bom jogo no terceiro quarto no Monday Night Football. Tanto que os Vikings garantiram a vitória por 20 a 17 somente no fim.

O jogo marcou a estreia do quarterback calouro Mitchell Trubisky na NFL, que ia bem até uma interceptação que foi crucial para a derrota dos Bears. Nos Vikings, Sam Bradford, que se recuperou de uma lesão no joelho, voltou a sentir e foi substituído por Case Keenum.

Estatísticas

Além do primeiro tempo fraco tecnicamente, as faltas atrapalharam muito o desempenho do jogo. Ambos os times acabaram sofrendo punições que resultaram em perda de 69 jardas, sendo que os Bears cometeram uma falta a menos (8-9).

Ambos os ataques produziram muito poucas jardas. Incrivelmente, o passe mais longo dos Bears foi feito pelo punter Pat O’Donnell, resultando em touchdown de Benny Cunningham (38 jardas).

Nos Vikings, o principal destaque foi Jerrick McKinnon, que conseguiu um touchdown, após excelente corrida de 58 jardas, sem contar em 6 recepções, liderando o time tanto em jardas terrestres (95) quanto aéreas (51).

NFL Jogos_Monday Night Football - Bears 17 x Vikings 20 - Estatísticas.png

Jogo

O primeiro tempo do jogo foi muito fraco tecnicamente. Enquanto o calouro Trubisky começou acertando os passes, Sam Bradford (QB #8) não conseguia nem um first down.  O nível dos dois quarterbacks caiu e quem acabou sofrendo foi Bradford, que por causa da lesão no joelho, estava bem abaixo de sua média.

Tanto, que foi sacado em sua própria end zone, ocasionando um safety, a primeira pontuação do jogo (2-0). Bradford ficou 5s26 com a posse da bola, até que Leonard Floyd (OLB #94) conseguiu derrubá-lo. Uma falha bizarra, já que ele deveria ter se livrado rápido da bola.

Embed from Getty Images
O calouro Mitchell Trubisky (QB #10) fez sua estreia como titular do Chicago Bears.

Apesar do baixo desempenho de Bradford, os Vikings ainda conseguiram virar o jogo com um field goal no segundo quarto, em chute de Forbath de 26 jardas (2-3). A campanha foi iniciada na linha de 13 jardas do campo de Chigado, graças a um sack de Everson Griffen (DE #97), recuperado por Linval Joseph.

O segundo tempo melhorou com a entrada de Keenum, que já havia substituído o companheiro no fim do segundo quarto. Tanto que o jogo teve quatro touchdowns seguidos, três no terceiro quarto e um no último.

O primeiro deles foi dos Vikings, que logo na primeira posse de bola do quarto, conseguiu a pontuação em boa campanha liderada por Keenum, que terminou com passe de 13 jardas do quarterback para Rudolph (2-10).

O segundo tempo também foi marcado por várias jogadas surpresas dos Bears, que logo após sofrerem o touchdown, começaram uma campanha que morreria em uma 4a para 6 na linha de 38 do campo de ataque. Porém, em um fake punt muito bem executado, Pat O’Donnell (P #16), fez um passe curto para Cunningham, que garantiria um first down. Porém, o running back quebrou dois tackles e correu para a end zone! Touchdown de 38 jardas, a maior jogada ofensiva dos Bears na temporada (9-10).

Embed from Getty Images
Benny Cunningham (RB #30) comemorando o passe de Pat O'Donnell (P #16), que resultou em um touchdown do Chicago Bears.

Mas os Vikings voltaram à frente, em uma campanha que por sorte não acabou no kickoff. McKinnon sofreu um fumble de DeAndre Houston-Carson (FS #36). Mas como a bola saiu de campo, continuou com Minnesota. O running back conseguiu se recuperar do fumble. Depois de um bom passe de Keenum para Michael Floyd (WR #18), conseguindo um avanço de 19 jardas, McKinnon quebrou alguns tackles e correu para um touchdown de 58 jardas (9-17).

Os Bears voltaram a empatar no início do último período, em uma campanha salva duas vezes, graças às faltas de Minnesota. Trubisky agradeceu e conseguiu lançar seu primeiro touchdown, em passe para Zach Miller (TE #86). O quarterback teve muita sorte, já que Andrew Sendejo (FS #34) quase o interceptou. Porém, o jogador acabou amortecendo e facilitando as coisas para Miller.

Foi então que veio a segunda jogada surpresa dos Bears. Em tentativa de conversão de dois pontos, Trubisky fez um handoff para Howard, que entregou para Miller que fez um passe curto para Trubisky entrar na end zone e empatar o jogo com a conversão (17-17).

Veja a jogada que resultou na conversão de 2 pontos de Mitchell Trubisky (QB #10) para o Chicago Bears.

A partir daí, o jogo só voltou a ter emoção no final do período, quando os Vikings tiveram duas chances para ganhar o jogo. Primeiro um punt forçado pela defesa dos Bears, não aproveitado, já que Trubisky acabou sendo interceptado no primeiro snap, por Harrison Smith (FS #22) na linha de 22 do campo de Chicago, perdendo mais 6 jardas no fim da jogada.

Na segunda tentativa, apesar de falhar ao tentar um touchdown, Forbath acertou seu segundo field goal no jogo, novamente de 26 jardas, para dar números finais ao jogo (17-20).

Embed from Getty Images
Kai Forbath (K#2) acertando field goal que deu a vitória ao Minnesota Vikings sobre o Chicago Bears, 20 a 17, no Monday Night Football da semana 5.

Melhores Momentos

Assista aos melhores momentos da vitória do Minnesota Vikings (3-2) sobre o Chicago Bears (1-4) por 20 a 17 no Soldier Field, em Chicago.

Anúncios